Governo do Distrito Federal
2/08/23 às 12h48 - Atualizado em 2/08/23 às 12h54

👩🏿‍🚒👮🏻‍♂️🥇 Bombeiros e policiais do DF representam Brasil em competição no Canadá

Por Victor Fuzeira, da Agência Brasília

 

Militares das forças de segurança e salvamento do Distrito Federal estão entre os atletas classificados para representar o Brasil no World Police and Fire Games (WPFG). O evento, que reúne mais de 8,5 mil bombeiros e policiais de 50 países, teve início em 28 de julho e segue até o dia 6 deste mês. Nesta edição, a competição é realizada na cidade de Winnipeg, no Canadá.

 

A delegação do DF conta com 129 representantes. Os atletas foram previamente classificados em seletivas internas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Do total, 11 integram a equipe de coordenação operacional e médica dos representantes das forças de segurança da capital federal. Eles disputam 24 modalidades nas categorias masculino e feminino.

 

 

Os atletas fazem parte do programa Compete Brasília, vinculado à Secretaria de Esporte e Lazer do DF (SEL-DF). “São mais de 200 atletas apoiados pelo programa. Fizemos questão em dar todo esse suporte à PMDF e ao CBMDF, principalmente por atuarem na linha de frente da segurança do DF. Além disso, esse apoio também reforça que estamos empenhados em trabalhar pela valorização das categorias por meio do esporte”, explica o secretário de Esporte e Lazer, Renato Junqueira.

 

O 2º sargento Wagner Pires, da PMDF, está entre os escalados para representar o Brasil na natação. O policial está em sua primeira participação na competição internacional. “Tem sido uma experiência sensacional poder representar tanto a corporação quanto o Brasil. A equipe de natação vem se destacando, obtendo bons resultados, e o Brasil, chamando a atenção. A PMDF está se destacando bastante na modalidade”, avalia o militar.

 

Para este ano, a meta é superar o número recorde de medalhas alcançadas pelos representantes do DF na última edição do WPFG, em Rotterdam, na Holanda, em 2022. Na ocasião, os atletas da delegação brasiliense retornaram com 64 medalhas, sendo 14 de ouro, 32 de prata e 18 de bronze. O Brasil terminou a competição em quarto lugar, com 306 pódios.

 

“Há uma expectativa enorme de medalhas, pois nós sempre estivemos entre os destaques, competindo com países de primeiro mundo. Além de superar a nossa participação na Holanda, nós queremos melhorar os resultados dos atletas que já foram medalhistas em edições anteriores. Esses atletas chegam mais preparados para superar seus resultados passados”, destaca o 1º sargento Carlos Café, do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF).

 

Edição: Igor Silveira, da Agência Brasília.

Governo do Distrito Federal