Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/03/19 às 12h57 - Atualizado em 22/03/19 às 13h54

Walentina completa dois aninhos, graças à equipe médica da PMDF

COMPARTILHAR

 

Karina Linhares, do Centro de Comunicação da PMDF

 

Dois anos de luta, desafios, lágrimas, vitórias e sorrisos. É assim que acontece com a pequena Walentina, desde as primeiras horas quando a luz da vida acendeu o seu olhar. A vida, que para muitos se inicia repleta da saúde e alegria, para Walentina veio como um sinal Divino de fé, esperança e batalhas que se estendem até hoje. No entanto, como o próprio nome sugere, a garotinha é valente e gosta de viver. O apoio e a perseverança dos pais é o alicerce que conduz e abre os caminhos da menininha. Contudo, nada seria possível se não fossem alguns anjos de jaleco branco do Centro Médico da Polícia Militar do DF.

 

21 de março é uma data especial a todos os seres de luzes especiais, pois comemora-se o Dia Internacional da Síndrome de Down e, coincidentemente, comemoramos também o segundo ano de vida da Walentina, uma mocinha que veio ao mundo como uma verdadeira guerreira.

 

A guerreirinha é filha do sargento Cunha e da Flávia. Nasceu com a síndrome, mas, antes mesmo de nascer, já começou a receber o acompanhamento no Centro Médico da PMDF, com a dra. ginecologista Lara, pois aos seis meses de gestação descobriu-se que Walentina tinha uma má formação cardíaca. O pai, que se emociona ao relatar a história da filha, narra que na etapa final da gestação houve uma complicação e foi necessário que o parto fosse feito antes do previsto, no dia 21 de março. Neste mesmo dia, descobriu-se também que Walentina era portadora da síndrome de down.

 

2ª Ten Lara Nunes

Além da equipe do Centro Médico, várias outras pessoas da Corporação, como a equipe da DSAP (Departamento de Saúde e Assistência ao Pessoal) estiveram acompanhando a Walentina, seja com orientações ou mesmo com orações. Segundo o pai da pequena, “minha filha só está viva hoje graças à PMDF”.

 

Em seu primeiro ano de vida, já passou por muitas batalhas, até cirurgia em seu pequeno coraçãozinho foi preciso fazer. Mas, apesar de todo o sofrimento, essa pequena lutadora nunca tira o sorriso do rosto. “Dentre diversos desafios, minha filha superou ainda quatro pneumonias e parada cardíaca”. Hoje, é dia de comemoração, pois a família é grata por ver a filha se desenvolvendo, dentro de suas limitações, com alegria e saúde e, completando, dois aninhos de muito amor.

 

Para nós da Polícia Militar, é uma grande alegria ver a Walentina comemorando o seu segundo ano de vida e vamos continuar torcendo e dando toda a assistência possível para essa princesa.

 

“Agradecimentos dos pais de Walentina a esses médicos que se empenharam sublimemente e acompanharam, sempre de bem perto, cada etapa:

Major Guedes
Major Cleide
Capitão Guido
Tenente Lara
Dra. Andreia
E toda equipe médica do Cmed, além de todos os amigos policiais e civis que desde de sempre promovem união, força, fé e coragem nessa caminhada”.