Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/03/20 às 19h59 - Atualizado em 26/03/20 às 23h20

🚨😷Coronavírus – Unidades prisionais recebem 4 mil litros de água sanitária

COMPARTILHAR

Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF

 

Por meio de doação, o Sistema Penitenciário do Distrito Federal recebeu, nesta terça-feira (24), 4 mil litros de água sanitária. O uso do produto é indicado pelos órgãos oficiais de saúde para assepsia efetiva de ambientes. A entrega foi feita pela Câmara de Diretores Lojistas do Distrito Federal (CDL – DF).

 

Esta é mais uma doação da iniciativa privada para contribuir com ações adotadas pelo Governo do Distrito Federal para combater o enfrentamento da Covid-19, doença provocada pelo coronavírus. Desde então, além da contribuição da Ambev no abastecimento de álcool em gel em hospitais públicos do Distrito Federal, o Sistema Penitenciário recebeu uma tonelada de sabão em pó.

 

O secretário de Segurança Pública, o delegado Anderson Torres, elogiou a iniciativa. “A Segurança Pública do DF está aplicando uma série rígida de protocolo de limpeza e desinfecção nas unidades prisionais visando proteger agentes e internos. Sabemos que a preocupação é grande para que o vírus não contamine áreas com aglomerações de pessoas, o que pode ser preocupante para todo o DF. Por isso, iniciativas como a da CDL-DF reforça nossa autonomia perante o coronavîrus”.

 

A higienização de celas e viaturas tem sido reforçada. Desta forma, de acordo com o subsecretário do Sistema Penitenciário, o delegado Adval Cardoso, o material será imediatamente distribuído entre todas as unidades que são de responsabilidade da Subsecretaria do Sistema Penitenciário (SESIPE). “Além da utilização do sabão em pó recebido pelo GDF como doação Sindicato do Comércio Atacadista do DF (Sindiatacadista-DF) na última semana, a limpeza já incluía Hipoclorito de Sódio, que é um componente água sanitária. Agora teremos o produto já preparado para auxiliar a limpeza dos ambientes”.

 

De acordo com a decisão do Tribunal, somente audiências de extrema necessidade estão sendo realizadas. As escoltas hospitalares permanecem, assim como o atendimento religioso, observadas regras de restrição de contato. O trabalho externo também está suspenso.

 

“A limpeza e assepsia de celas, pátios e viaturas são de extrema importância para garantir a saúde de nossos servidores e dos sentenciados, que estão em maior quantidade nas unidades prisionais nestes dias com a suspensão das atividades externas”, explicou Cardoso.

 

Para o presidente da CDL-DF, José Carlos Magalhães Pinto, esta é uma forma de contribuir com o Distrito Federal e com os reeducandos. “Atendemos prontamente a uma solicitação do secretário de Governo, José Humberto. Esta é uma forma de contribuir com o DF, com a Segurança Pública e com as pessoas que estão em privação de liberdade. Pensamos também em suas famílias, que neste momento devem estar apreensivas com a situação”, finalizou.

 

 

 

Edição: Lanna Morais

Foto: Divulgação SESIPE