Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/01/20 às 13h10 - Atualizado em 2/01/20 às 15h54

🇧🇷SSP/DF realiza primeira cerimônia de hasteamento das bandeiras de 2020

COMPARTILHAR

Adriana Machado e Orisley Guedes, da Ascom – SSP/DF

 

Na primeira solenidade de hasteamento de bandeiras deste ano, realizada nesta quinta-feira (2), pela Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF), o destaque foi o sistema penitenciário local. Além das obras que estão em andamento, a valorização do servidor foi pontuada durante a cerimônia. Por conta do período de chuvas, o evento – que ocorre no estacionamento principal da pasta – foi realizado no auditório do Departamento de Trânsito (Detran-DF). Cerca de 200 pessoas participaram.

 

Para o secretário de segurança interino, o delegado federal Alessandro Moretti, as necessidades do sistema penitenciário são muitas, mas é preciso ter um olhar especial para os servidores que atuam nas unidades prisionais. “É o que estamos buscando na Secretaria de Segurança e no Governo do Distrito Federal para este ano. As ações são transversais, envolvem nossas subsecretarias, outras secretarias, como a de Saúde e Educação, o Judiciário, o Ministério Público, a Defensoria Pública. Precisamos atuar de forma conjunta”, destacou.

 

 

Outro ponto destacado pelo secretário interino foi a necessidade de trabalhar para redução da reincidência criminal. “Estamos reduzindo os índices criminais, fazemos isso mês a mês. Mas é necessário ter maior preocupação com quem retornará ao convívio social e proporcionar uma ressocialização eficiente e a geração de empregos para que, desta forma, a reincidência criminal diminua no sistema penitenciário”.

 

O governador do Distrito Federal em exercício, Paco Britto, esteve presente e falou da importância da atuação conjunta das forças de segurança, que possibilitou os resultados positivos alcançados no último ano. “Fiz questão de estar presente nesta primeira solenidade para agradecer o empenho de toda a Segurança Pública local e a dedicação à sociedade brasiliense”.

 

Também participaram da solenidade o o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Julian Pontes; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Lisandro Paixão dos Santos; o diretor-adjunto do Detran-DF, Valmir Lemos e o diretor-adjunto da Polícia Civil, Benito Tiezzi.

 

 

Participação especial

O evento contou com a participação de dez detentas que compõem o coral Resgatando Vidas, idealizado pelo Núcleo de Ensino da Penitenciária Feminina do Distrito Federal (PFDF). A participação no coral é parte das ações que têm o objetivo a ressocialização na unidade prisional.

 

Quinze crianças que integram o projeto O Sol É Para Todos, apoiado pela da Diretoria Penitenciária de Operações Especiais – DPOE- e idealizado pela agente de execução penal e diretora da Escola Penitenciária, Racquel Barros, também partciparam do evento. Após a solenidade, elas fizeram uma visita ao centro Integrado de operações de Brasília (CIOB).

 

Silvaneide Fernandes, de 35 anos e mãe de quatro filhos, integra uma das famílias assistidas pelo projeto. Para ela, a oportunidade de participar das ações vai além da assistência.  “É maravilhoso para nossa comunidade, que precisa muito de atenção, poder fazer parte do projeto, mas é mais especial ainda sabermos que somos vistos, que somos lembrados”.

 

 

Homenagens

Durante a cerimônia, servidores da Subsecretaria do Sistema Penitenciário (SESIPE), responsável pela organização do evento neste mês, foram homenageados pelos serviços prestados à Segurança Pública do DF.

 

Para o assessor especial da SESIPE, Marcos Aurélio Sloniak, a homenagem é um reconhecimento aos dezoito anos dedicados ao sistema penitenciário local. “O que consigo identificar neste período é um idealismo e uma vontade incessante de sermos reconhecidos pelo trabalho desenvolvido, que é não é fácil e os desafios são constantes.  Fico lisonjeado e espero fazer jus a esta homenagem e tentar, a cada dia, buscar um modelo melhor com novidades, modernização, crescimento e superação para o sistema penitenciário local”.

 

 

Outro homenageado foi o diretor adjunto da PFDF, o agente de execução penal Railson Guilhon. Ele atua há 26 anos na Segurança Pública do DF, sendo 11 deles como bombeiro militar, e os demais na Polícia Civil do Distrito Federal e no Sistema Penitenciário.

 

 

 

Operações Especiais

O agente de execução penal, Pablo Mirhom, também estava entre os agraciados na solenidade. Ele concluiu o curso de Operações Especias, da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. Desta forma, tornou-se o primeiro agente da categoria a ter a formação, que ocorreu durante quatro meses e meio em regime de internato. “Não fiz o curso só por mim, mas para o sistema penitenciário, para a minha categoria. A troca de informações foi muito importante e o que aprendi por lá trago para contribuir com nossa rotina e doutrina aplicada nas unidades prisionais”.

 

Do total de 45 pessoas que iniciaram a capacitação, apenas 15 concluíram. Ao todo, foram ministradas 51 disciplinas em 1.500 horas/aula. Os alunos tiveram instruções como armamento e tiro, sobrevivência, paraquedismo, patrulha urbana e rural, inteligência e mergulho.

 

 

Confira mais fotos neste link.

 

Edição: Antonio Lorenzo

Foto: Maurício Araújo