Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/11/19 às 18h29 - Atualizado em 1/11/19 às 18h35

??‍♀️SSP/DF realiza curso internacional de combate à violência contra a mulher

COMPARTILHAR

Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF

 

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF) realiza na próxima semana o Curso Internacional de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher. O objetivo é apresentar aos profissionais de segurança pública do Distrito Federal e de outras Unidades da Federação a doutrina e experiências da Polícia Nacional da Espanha no enfrentamento da violência contra a mulher, abordando ainda a temática da violência de gênero e familiar.

 

 

O evento, que será realizado nos dias 4, 5 e 6 de novembro, é uma parceria com a com a Embaixada da Espanha no Brasil e a Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP), do Ministério da Justiça (MJ). As aulas e palestras ocorrerão no auditório da Superintendência Regional da Polícia Federal, localizado no Setor Policial Sul, em Brasília.

 

O curso terá carga horária de 12 horas/aula e será ministrado por dois especialistas da Unidade Central de Atenção à Família e à Mulher (UFAM). Esta unidade da polícia espanhola é a responsável pela investigação, repressão a crimes no campo da violência de gênero, crimes domésticos e sexuais, independentemente da relação entre vítima e autor. É também a UFAM que coordena as atividades de proteção às vítimas de violência de gênero.

 

 

Ao todo, sessenta e cinco alunos farão o curso. As vagas foram ocupadas por policiais civis e militares do Distrito Federal, Tocantins (TO), Rio Grande do Norte (RN), Rio Grande do Sul (RS), Paraná (PR), Goiás (GO) Amapá (AP), bombeiros militares do DF, servidores do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), Departamento de Trânsito do Distrito Federal e do Rio de Janeiro e servidores da SSP/DF.

 

 

De acordo com o secretário executivo de Segurança Pública, o delegado federal Alessandro Moretti, o evento foi pensado como um curso para que haja uma troca de experiência entre participantes e instrutores. “Estamos trazendo policiais que trabalham com a estratégia nacional da Espanha no combate ao feminicídio e violência contra a mulheres. Essa troca de experiências é muito importante, pois nem tudo o que se aplica num país, se aplica em outro. Mas podemos fazer adaptações”.

 

Durante a abertura, Moretti fará a apresentação do estudo sobre feminicídio, pela Câmara Técnica de Monitoramento de Homicídio e Feminicídio (CTMHF), produzido pela SSP/DF.

O Conselheiro da Embaixada da Espanha no Brasil, José Luis Berges, também acredita que o curso será enriquecedor para participantes e alunos. “Vamos trazer profissionais de alto nível em defesa da mulher para apresentar para os policiais brasileiros, mas também vamos aprender muito com os programas nesta área da Senasp e Secretaria de Segurança”.

 

 

No último dia, o Juiz de Direito, Dr. Ben-Hur Viza, titular da Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Núcleo Bandeirante-DF e Coordenador do Núcleo Judiciário da Mulher (NJM/TJDFT), também irá ministrar a palestra “Gênero e Lei Maria da Penha” aos participantes.

 

 

Os instrutores farão visitas técnicas às unidades de políticas de enfrentamento a violência contra a mulher, como ao Programa Em Frente Brasil, da SENASP, ao Programa Viva-Flor, no Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob) e o Centro integrado de Monitoração Eletrônica (Cime) – ambos da SSP/DF e ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

 

Edição: Lanna Morais