Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/06/20 às 17h17 - Atualizado em 30/06/20 às 10h39

SSP/DF participa do lançamento do Observatório da Mulher

COMPARTILHAR

 

 

Nicole Vasconcelos, da ASCOM SSP/DF

 

O portal Observatório da Mulher foi oficialmente lançado, nesta segunda-feira (29), no Palácio do Buriti, por meio de uma live. A transmissão ocorreu pela página da agência Brasília, no Twitter, e pelas páginas oficiais do Facebook do GDF e da Secretaria da Mulher.

 

 

O canal elaborado pela Secretaria da Mulher, destinado ao público feminino, apresenta dados e estatísticas sobre a mulher nas áreas de segurança pública, saúde, educação, trabalho, direitos humanos, assistência social e acolhimento. Um dos principais objetivos do portal é atuar para a promoção da igualdade de gênero e dos direitos das mulheres e o pronto atendimento à mulher em situação de violência.

 

 

A plataforma oferece matérias, pesquisas e informações sobre o tema e o Peça Ajuda, que conecta a pessoa diretamente aos canais de denúncia da Polícia Civil (197), Central de Atendimento à Mulher (180) e WhatsApp da Secretaria da Mulher.

 

 

O secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, delegado Anderson Torres, falou da importância deste tipo de iniciativa. “Na questão especificamente da violência da mulher, que é o que nos diz diretamente respeito, temos cuidado muito disso, dado uma atenção muito grande. Na Secretaria de Segurança existe uma Câmara Técnica que monitora e estuda todos os feminicídios ocorridos no Distrito Federal. Conseguimos apresentar números reais da violência contra a mulher. E esta transparência é muito importante para a formulação de políticas públicas para evoluirmos nesta questão. Com o portal, todos tem acesso a essas informações”.

 

 

A secretária da Mulher, Ericka Filippelli, acredita no sucesso do produto e diz ser muito interessante e enriquecedor a integração com outras pastas na composição do comitê gestor do portal. “Quando a gente cria um observatório, o que estamos criando é transparência, é integração de informações, é entregar a sociedade informações para que ela não só conheça a realidade das mulheres do Distrito Federal mas para que ela se engaje, para que crie movimentos, acompanhe. A gente conta também com a participação da imprensa, com a participação de toda a área acadêmica, das universidades. Esta é uma entrega para o próprio governo, na formulação de políticas públicas”, disse a secretária.

 

 

No Observatório da Mulher o público terá acesso a produção de diagnósticos qualificados sobre a situação da mulher, a implementação e avaliação de políticas públicas para as mulheres e a padronização da coleta, análise e divulgação dos dados e informações públicas.

 

 

Quem acessar o portal encontrará orientações que auxiliam na identificação de todo e qualquer tipo de agressão contra a mulher. As informações fazem parte da Cartilha da Mulher, também disponível na ferramenta. Além disso, serão publicadas informações da Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher no DF e dados sobre o panorama da Covid-19.

 

Também presentes na cerimônia, representando a pasta, o secretário executivo da SSP/DF, delegado Júlio Danilo Ferreira, e Cel. Holanda, responsável pela unidade de Políticas Públicas da Secretaria de Segurança.

 

Edição: Lanna Moraes

Fotos: André Feitosa