Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/11/20 às 12h16 - Atualizado em 24/11/20 às 14h10

🖥🎥SSP/DF entrega central de monitoramento de imagens à Planaltina

Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF

 

A partir desta quarta-feira (25), Planaltina passará a contar com um Centro de Monitoramento Remoto (CMR), que será inaugurado no 14º Batalhão da Polícia Militar (14º BPM), localizado na cidade. O lançamento do novo espaço faz parte do pacote de ações de segurança pública para a região, a primeira a receber o projeto Cidade da Segurança Pública, entre os dias 25 e 29 de novembro. Ação itinerante faz parte do programa DF mais Seguro e é coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF) em trabalho integrado com todas as forças de segurança locais.

 

“O programa de videomonitoramento é uma das prioridades do Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria de Segurança Pública. Planaltina já conta com o sistema, mas ainda não tinha uma central exclusiva para monitorar as imagens. As imagens captadas no novo espaço poderão contribuir com ações de policiamento preventivo ainda mais efetivos da Polícia Militar e também auxiliar nas investigações realizadas pela Polícia Civil e órgãos do Judiciário, como Ministério Público e tribunais. O objetivo é que, até 2022, o DF tenha toda sua área urbana monitorada”, explica o secretário de Segurança Pública, delegado Anderson Torres.

 

Câmeras de grande alcance distribuídas pela cidade captam as imagens de alta resolução, que são transmitidas para o Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob). A partir de agora, também serão encaminhadas em tempo real ao 14º Batalhão. De acordo com o comandante da unidade, tenente-coronel Edmar Silva, o videomonitoramento permitirá um policiamento inteligente e o emprego mais eficiente de recursos. “O uso das imagens facilitará o atendimento ainda mais rápido de ocorrências e permitirá que pessoas em atitude suspeita, ou mesmo em flagrante delito, sejam identificadas pelos policiais que realizam o monitoramento, e assim possam fazer o acionamento mais célere do policiamento motorizado, garantindo assim maior eficácia nas abordagens”.

 

Definição dos locais
A definição dos locais em que os equipamentos são instalados fazem parte de áreas de interesse permanente, definidos com base em levantamentos realizados pelas subsecretarias de Gestão da Informação (SGI) e de Inteligência (SI), da SSP/DF. Orientações de responsáveis por batalhões e delegacias também contribuem com o local mais adequado para instalação do equipamento. “Os estudos apontam as chamadas “manchas criminais”, em que é possível detectar dias, horários e locais de maior incidência de crimes”, analisa Torres.

 

Em quase dois anos, o número de equipamentos instalados aumentou 60%. Em janeiro de 2019, o Distrito Federal contava com 584 câmeras. Atualmente, de acordo com a Subsecretaria de Modernização Tecnológica (SMT), da SSP/DF, responsável pelo suporte tecnológico do projeto, há 928 câmeras instaladas em todo o DF.

“O batalhão terá acesso às imagens 24 horas por dia. Damos o apoio necessário aos batalhões. Antes da implementação desses equipamentos fazemos visitas e explicamos como é a operacionalização de todos os recursos possíveis”, explica o subsecretário da SMT, Valdevino Peixoto.

 

Edição: João Roberto