Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/10/19 às 16h06 - Atualizado em 2/10/19 às 16h30

SSP/DF capacita monitores do Programa Escolas de Gestão Compartilhada

COMPARTILHAR

 

Nicole Vasconcelos, da ASCOM da SSP/DF

 

A solenidade de abertura da Capacitação Técnico-Pedagógica Integrada para os profissionais das Escolas de Gestão Compartilhada do Distrito Federal ocorreu nesta quarta-feira (02). O curso, com término previsto para 07 de novembro, visa fortalecer as competências necessárias ao desempenho das funções de instrutória, monitoria e apoio aos alunos das unidades de ensino que integram o projeto.

 

Cento e trinta profissionais que trabalham em escolas compartilhadas participam da capacitação, dentre eles, Policiais Militares, Bombeiros Militares, Professores e Coordenadores. Fazem parte do corpo docente profissionais do Sistema de Segurança Pública (PMDF, PCDF, CBMDF e SSP/DF) e da Secretaria de Educação.

 

Representando a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, o subsecretário de Ensino e Valorização Profissional, Alfredo Carrijo, acha válida a aproximação dos agentes de segurança com os estudantes. “Muito importante esta oportunidade também para desmitificar a imagem da polícia. As nossas forças de segurança são referência a nível nacional. Os nossos policiais são totalmente sincronizados com as liberdades públicas, com a garantia dos direitos fundamentais, e lutam diariamente para tentar garantir uma vida melhor, com mais segurança no Distrito Federal, inclusive com o sacrifício da própria vida, se necessário”.

 

Carrijo falou também a respeito da segurança no ambiente escolar. “Só neste ano, vamos integrar cerca de 130 agentes de segurança pública nas escolas contempladas pelo programa. É a segurança pública mais próxima às escolas”.

 

“O impacto disto será visível, principalmente nas regiões em torno das escolas. A circulação de policiais, viaturas, eventos de segurança pública nas escolas, vão trazer o efeito de ostensividade. O Ministério da Educação, junto com as secretarias de Segurança e de Educação não medirão esforços para atender a determinação do governador do Distrito Federal de implementar o projeto nas 40 escolas até o final do mandato”, completou o subsecretário.

 

O secretário de Estado de Educação, João Pedro Ferraz dos Passos, falou da importância da educação para o desenvolvimento. “Acredito que resolvendo o problema da Educação, resolveremos o problema da segurança, da saúde, da economia. A educação é a base de tudo”. Segundo ele, existe uma total integração e um perfeito alinhamento entre a segurança e a educação no Distrito Federal.

 

“Queremos fazer com que os colaboradores da segurança pública se integrem aos nossos colaboradores e professores da área da educação para que sejamos uma única equipe, em busca destes resultados de escola segura, de escola produtiva e de escola que possa subir os nossos índices de segurança, de tranquilidade e de educação”, acrescentou.

 

O Coordenador Geral do Modelo de Escolas Compartilhadas do Ministério da Educação (MEC), coronel Marcos Aurélio Zeni, falou que, com esta parceria, quem ganha é o Brasil. “As escolas compartilhadas suprem um anseio da sociedade, o clamor dos pais, a cobrança dos profissionais de educação por um ambiente favorável para transmissão do conteúdo necessário para a formação de seus alunos”.

 

Já o Gestor Disciplinar do Centro de Educacional 308 do Recanto das Emas, Major Bezerra, comentou a respeito da implantação do projeto na escola onde trabalha. “No início, tivemos certa dificuldade com a adaptação dos alunos, mas hoje, com o apoio dos pais, dos professores e, principalmente, dos alunos que tinham dificuldade em aderir ao programa estamos tendo sucesso no projeto. E esperamos, no próximo ano, com o apoio da secretaria de Educação e da secretaria de Segurança, melhorarmos mais ainda”, falou.

 

 

Sobre a Capacitação

 

São duas turmas, uma no período da manhã e outra à tarde. Serão ministrados cinco módulos: Apresentação do Projeto “Escola de Gestão Compartilhada”; Relações Interpessoais (Ética, Cidadania e Civismo nas escolas); Estratégias de Mediação de Conflitos e Gestão de Pessoas; Proteção da Integridade da Criança e do Adolescente; Fenômenos do Ambiente Escolar (Prevenção ao bullying, ao uso de drogas e a violência).

 

Gestão Compartilhada

 

O projeto de gestão compartilhada nas escolas é uma parceria entre a SSP/DF e a Secretaria de Educação (SEE) destinado a estudantes do 6º ao 9º ano do ensino fundamental e ensino médio. Desta forma, as pastas realizam ações conjuntas para proporcionar uma educação de qualidade aos estudantes da rede pública de ensino.

 

O objetivo é de construir estratégias voltadas ao policiamento comunitário, ao enfrentamento da violência no ambiente escolar e promover uma cultura de paz.

Na prática, a SEE é responsável pela parte pedagógica, enquanto a Segurança auxilia em atividades extraclasses, voltadas à disciplina e educação cívica.

 

Desde o início do ano letivo, em 11 de fevereiro de 2019, a gestão compartilhada ocorre no Centro Educacional (CED) 1 da Estrutural; no CED 308 do Recanto das Emas; no CED 7 de Ceilândia; e no CED 3 de Sobradinho.

 

Escolas participantes: Cond. Estância III – Planaltina (PMDF); CED. 01 – Cidade Estrutural (PMDF); CED. 01 – Itapoã (PMDF); CED. 03 – Sobradinho (PMDF); CED. 07 – Ceilândia (PMDF); CED. 308 – Recanto das Emas (PMDF); CEF. 01 – Núcleo Bandeirante (CBMDF); CEF. 19 – Taguatinga (CBMDF); CEF. 407 – Samambaia (CBMDF); CED 416 – Santa Maria.

 

Edição: Lanna Morais

Fotos: Maurício Araújo