Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/09/19 às 13h10 - Atualizado em 3/09/19 às 7h43

?Segurança Pública do DF e GO firmam projeto de integração para o Entorno

COMPARTILHAR

 

Antonio Lorenzo, da ASCOM – SSP/DF

 

O secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, delegado Anderson Torres, se reuniu nesta segunda-feira (02), no Centro Integrado de Operações de Brasília (CIOB), com equipe da Segurança Pública do Estado de Goiás, capitaneada pelo secretário Rodney Miranda, a fim de dar prosseguimento às tratativas para promover maior cooperação entre as Pastas dos dois Estados. O objetivo é aprimorar a segurança em toda a região do Entorno, iniciativa celebrada entre os governadores Ibaneis Rocha e Ronaldo Caiado há duas semanas.

 

O grupo, que também conta com a Polícia Rodoviária Federal, visa trabalhar com modelos inovadores como fio condutor do projeto. O compartilhamento de banco de dados foi considerado como relevante para a aliança, assim como banco de dados de DNA e experiências de perícias criminais, onde o DF é referência na região.

 

Tendo a integração como palavra-chave, Torres destacou a importância de ações como essa, pois assim “conseguimos construir uma segurança melhor para todos os envolvidos. Isso trará um acréscimo de eficiência nas ações dos Estados em prol de toda a população do Entorno. Temos que caminhar para a criação de um Centro Integrado com efetivos de ambos os Estados”, observou.

 

Para o secretário de Goiás, é necessário destacar que “como sempre se soube, o crime nunca teve fronteira e, por isso, sinergia entre DF e Goiás precisa ser total”.

 

O comandante-geral da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), Coronel Julian Pontes, citou o respaldo necessário das secretarias para com suas forças nesse processo. “A meu ver, a integração tem que ser plena, de todas as áreas das Secretarias de Segurança e não somente das PMs”, disse.

 

Projeto ‘Alerta Brasil 3.0’

 

Na ocasião, ainda foi apresentado, pelos representantes de Goiás, o projeto “Alerta Brasil 3.0” (AB 3.0). Trata-se de plano estratégico do Ministério da Justiça que tem como principal objetivo a implantação de um sistema de monitoramento de pessoas e veículos em todo o Brasil.

 

Por meio de câmeras estrategicamente distribuídas, o sistema recolhe dados das placas de veículos, alimentando uma base integrada, com dados tanto dos veículos quanto dos seus proprietários. Esse cruzamento de diferentes informações amplifica significativamente a capacidade tanto de planejamento quanto de reação das forças de segurança.

 

De acordo com a explanação, resultados iniciais comprovam a eficiência do sistema, como no emblemático caso da apreensão de 12 fuzis e 41 pistolas, no Rio de Janeiro, em outubro do ano passado.

 

Informações prestadas pelo sistema reportam que os números de Goiás são positivos. O Estado apreendeu mais de oito toneladas de maconha neste ano, frente a pouco mais de uma tonelada no ano de 2018 inteiro.

 

Ao final do encontro, ambos os Secretários de Segurança firmaram protocolo de intenções para integração das ações conjuntas que serão realizadas em prol da segurança no entorno do Distrito Federal.

 

Edição: Lanna Morais
Fotos: Maurício Araújo