Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
31/01/19 às 12h55 - Atualizado em 31/01/19 às 13h02

Saúde mental é tema de debate da SSP/DF

COMPARTILHAR

 

Adriana Machado – Ascom – SSP/DF

 

 

Como vai a sua saúde mental? Esse foi o tema da roda de conversa promovida, nesta quinta-feira (31), pela Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF). Cerca de 150 bombeiros, policiais civis e militares e servidores da SSP/DF participaram do evento, q foi realizado no auditório do Detran/DF.

 

A roda de conversa foi realizada em atenção à campanha Janeiro Branco – mês para reflexão sobre a qualidade de vida, relacionamentos, emoções, pensamentos e comportamento. Para o subsecretário de Ensino e Valorização Profissional, Williman Costa da Silva, a realização do evento é um reconhecimento da necessidade de abordar esses temas ligados à saúde no âmbito da Segurança Pública. “Os servidores da segurança estão expostos à situações estressantes, isso revela a necessidade de cuidar da saúde”, disse.

 

Durante toda a manhã foram apresentados programas de qualidade de vida desenvolvidas nas instituições de segurança e os tratamentos realizados. A gerente de saúde mental e preventiva da Secretaria de Fazenda, Planejamento e Gestão (SEFT), Jacqueline Ferraz, falou da importância do evento para a área de segurança.

 

“Essa iniciativa pioneira é muito significativa. Debater o tema com os profissionais de Segurança, mostra a preocupação com o bem-estar físico, mental e social e não apenas a preocupação com a ausência da doença”, disse.

 

O capelão da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), coronel Gisleno Gomes, falou das alternativas dentro da corporação para os policiais que apresentam consequências por conta de transtornos mentais, conjugais e financeiros.

 

“Criamos no último ano o programa de valorização da vida (PVV). Com a identificação dos problemas que levam ao suicídio e à violência doméstica, apresentamos formas de tratamento e cuidados, visando a saúde do servidor e de sua família e emergência psiquiátrica”, explicou.

 

A efetividade do debate se comprovou durante o evento. Para o 2º sargento, A.C**, da PMDF, durante as palestras, tomou conhecimento das formas para tratar problemas que tem vivenciado. “Ouvindo o que foi dito, percebi que tenho a maior parte dos problemas apresentados. Valeu muito a pena participar e saber das opções para me ajudar e ajudar minha família”.

 

Para o bombeiro militar do 37º Grupamento de Bombeiro Militar, de Samambaia, sargento Ronaldo Olímpio, a integração proporcionada durante o evento foi importante para os servidores das forças de segurança. “Temos muitos servidores doentes e dividir os problemas e opções de tratamentos e cuidados foi muito importante. Foi possível refletir não apenas sobre os problemas pessoais, mas também a prestar atenção no outro”.

 

Ao final do evento, todos os palestrantes receberam certificados do subsecretário de Ensino e Valorização Profissional, Williman Costa da Silva.

 

As palestras foram ministradas pela gerente de Saúde Mental e Preventiva da Secretaria de Fazenda, Planejamento e Gestão (SEFT), Jacqueline Ferraz; pelo capelão da PMDF, coronel Gisleno Gomes; pela chefe da Seção de Saúde Mental e Ocupacional do Corpo de Bombeiro, Cláudia Abreu, e pela diretora da Policlínica da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), doutora Zildina França.

 

Edição: Joaquim São Pedro