Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/10/20 às 14h01 - Atualizado em 8/10/20 às 16h21

🚨Plano Distrital de Segurança Pública está em fase final de consolidação 

COMPARTILHAR

Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF

 

Documento norteador das ações de segurança pública, o Plano Distrital de Segurança Pública e Defesa Social (PDISP) está em fase final de revisão. Assim que consolidado pela Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF), o pacote de estratégias para iniciativas, diretrizes e metas gerais no âmbito da segurança local será publicado e ficará disponível para toda a população. O PDISP, feito conjuntamente com as forças de segurança e a Secretaria de Administração Penitenciária (SEAPE), tem validade de dez anos, a partir da data de publicação, que deve ocorrer ainda neste ano.

 

O PDISP é um instrumento de planejamento da Política Distrital de Segurança Pública e Defesa Social (PNSPDS), criada a partir do Sistema Único de Segurança Pública (Susp). A finalidade é a preservação da ordem pública e segurança da população e patrimônio, por meio de atuação conjunta, coordenada, sistêmica e integrada dos órgãos de segurança pública e defesa social da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

 

 

Reunião para revisão interna do PDISP, ocorrida na última semana, no Centro Integrado de Operações de Brasília (CIOB)

“A publicação do plano é de extrema importância para direcionamento de ações a longo prazo e também para que o Distrito Federal tenha acesso a recursos da União para execução de programas e ações. Nos reunimos com todos os gestores da SSP/DF e também das forças de segurança, para adaptar o que já está sendo executado, pensar novas estratégias e estabelecer metas. O DF deverá apresentar um único plano, por isso é tão importante essa ação realizada de forma conjunta”, explica o secretário de Segurança Pública, delegado Anderson Torres.

 

O Plano Estratégico do Distrito Federal estabelece a macroestratégia do governo, como também iniciativas, metas e métodos de monitoramento, incluindo a área de segurança pública e defesa social. Para isso, a SSP/DF organiza as estratégias, detalha os programas, iniciativas e indicadores previstos no plano geral de projetos, monitoramento e priorização das ações, com ciclo de implementação a cada dois anos.

 

Já os planos estratégicos dos órgãos vinculado à SSP/DF, gerenciados pela Assessoria de Gestão Estratégica e Projetos da SSP/DF, são os instrumentos que organizam internamente a execução dos programas, projetos e demais ações previstas nos documentos anteriores, com ciclos de implementação com prazos definidos. “ A ssp está entrando numa fase desafiadora em que o envolvimento e interação com as diversas áreas serão mais necessárias, mas os resultados poderão ser sentidos por todos resultados positivos”, conta o chefe da Agepro, Ivan Siqueira.
Internamente, cada órgão definirá como será a aplicabilidade do plano e desenvolvimento das ações. “Não há interferência quanto à autonomia de cada órgão, e sim a harmonização do que já está sendo realizado e o que pode ser incluído para melhor prestação do serviço aos brasilienses”, finaliza Torres.

 

Edição: Camila Vidal