Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/05/20 às 11h03 - Atualizado em 4/05/20 às 11h04

🚨PCDF deflagra Operação Sentinela

COMPARTILHAR

Divisão de Comunicação, da PCDF

 

A Polícia Civil do DF, por intermédio da Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Corpatri), realizou a Operação Sentinela. Durante a ação, foram presos cinco funcionários terceirizados de uma instituição bancária. Os policiais cumpriram mandados de busca e apreensão em imóveis localizados na  Asa Sul, Asa Norte, Ceilândia, Planaltina, São Sebastião, Núcleo Bandeirante e Sobradinho.

 

Segundo as investigações, há dois anos, o grupo facilitava o ataque a cofres da instituição bancária, desativando os sistemas de alarme ou retardando o tratamento do sinistro e o acionamento da polícia. Todos eram operadores terceirizados dos sistemas da instituição e trabalhavam no mesmo turno de plantão, na sede do Banco, em Brasília.

 

Os alvos foram presos na instituição bancária, no início da manhã, no final do turno do plantão. Nenhum deles possui antecedente criminal.

 

As investigações começaram, em janeiro, após o ataque a uma empresa localizada no Jardim Botânico. Os acusados renderam o vigilante com armas de fogo e subtraíram R$ 121 mil do cofre.

 

Os integrantes do grupo são originários de Joinville/PR e já cometeram crimes no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul e Goiás. Os envolvidos, há alguns anos, mudaram-se para o entorno do Distrito Federal. A organização criminosa já havia sido presa em 2013 pela Polícia Civil do Estado de Mato Grosso do Sul. O bando ficou conhecido, à época, como a “Quadrilha do Guarda Sol”, em razão da atuação com guarda-sóis, que burlam os sensores de presença.

 

Em Teixeira de Freitas/BA, no dia 29/11/2019, foi furtada a quantia aproximada de R$ 1 milhão. Três dias após a empreitada, parte do grupo foi presa no aeroporto de Porto Seguro/BA, com R$ 760 mil em várias malas.

 

O segundo apoio ocorreu no ataque à agência da Zona Industrial Tupy, em Joinville/SC, no dia 14/04 deste ano. Na ocasião, três criminosos foram presos e outro morreu em confronto com a polícia.