Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/05/20 às 11h03 - Atualizado em 4/05/20 às 11h04

ūüö®PCDF deflagra Opera√ß√£o Sentinela

COMPARTILHAR

Divisão de Comunicação, da PCDF

 

A Pol√≠cia Civil do DF, por interm√©dio da Coordena√ß√£o de Repress√£o aos Crimes Patrimoniais (Corpatri), realizou a Opera√ß√£o Sentinela. Durante a a√ß√£o, foram presos cinco funcion√°rios terceirizados de uma institui√ß√£o banc√°ria. Os policiais cumpriram mandados de busca e apreens√£o em im√≥veis localizados na¬† Asa Sul, Asa Norte, Ceil√Ęndia, Planaltina, S√£o Sebasti√£o, N√ļcleo Bandeirante e Sobradinho.

 

Segundo as investiga√ß√Ķes, h√° dois anos, o grupo facilitava o ataque a cofres da institui√ß√£o banc√°ria, desativando os sistemas de alarme ou retardando o tratamento do sinistro e o acionamento da pol√≠cia. Todos eram operadores terceirizados dos sistemas da institui√ß√£o e trabalhavam no mesmo turno de plant√£o, na sede do Banco, em Bras√≠lia.

 

Os alvos foram presos na instituição bancária, no início da manhã, no final do turno do plantão. Nenhum deles possui antecedente criminal.

 

As investiga√ß√Ķes come√ßaram, em janeiro, ap√≥s o ataque a uma empresa localizada no Jardim Bot√Ęnico. Os acusados renderam o vigilante com armas de fogo e subtra√≠ram R$ 121 mil do cofre.

 

Os integrantes do grupo s√£o origin√°rios de Joinville/PR e j√° cometeram crimes no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paran√°, Mato Grosso do Sul e Goi√°s. Os envolvidos, h√° alguns anos, mudaram-se para o entorno do Distrito Federal. A organiza√ß√£o criminosa j√° havia sido presa em 2013 pela Pol√≠cia Civil do Estado de Mato Grosso do Sul. O bando ficou conhecido, √† √©poca, como a ‚ÄúQuadrilha do Guarda Sol‚ÄĚ, em raz√£o da atua√ß√£o com guarda-s√≥is, que burlam os sensores de presen√ßa.

 

Em Teixeira de Freitas/BA, no dia 29/11/2019, foi furtada a quantia aproximada de R$ 1 milhão. Três dias após a empreitada, parte do grupo foi presa no aeroporto de Porto Seguro/BA, com R$ 760 mil em várias malas.

 

O segundo apoio ocorreu no ataque à agência da Zona Industrial Tupy, em Joinville/SC, no dia 14/04 deste ano. Na ocasião, três criminosos foram presos e outro morreu em confronto com a polícia.