Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/10/17 às 10h20 - Atualizado em 26/03/18 às 9h00

Passo a passo para o dia da visita

1) Com o “número de carteirinha” e o CPF, o visitante deve entrar no sistema online da SESIPE (http://visita.sesipe.df.gov.br/) e verificar qual dia vai poder visitar o interno. Com a senha em mãos, disponibilizada pelo site, ele deve se dirigir à unidade prisional para realizar a visita no dia indicado, entre 9h e 15h.

 

2) Chegando à unidade prisional, o visitante deve aguardar ser chamado pela senha ao guichê de atendimento. Deficientes físicos/mentais, idosos a partir de 60 anos, gestantes, lactantes e adultos que estejam com crianças de colo de até um ano têm atendimento preferencial.

 

Observação:
a. Visitantes com mobilidade reduzida – deverão apresentar atestado médico que informe a necessidade do atendimento preferencial e que a pessoa está apta à visita na unidade prisional
sem risco à saúde. O documento deve constar se a mobilidade reduzida é permanente ou temporária. Se for temporária, deverá informar o tempo de tratamento/recuperação.
b. Gestantes – deverão apresentar atestado médico que indique a idade gestacional, nome completo, e a data do nascimento (só poderão realizar visita até 32ª semana de gestação). O documento deverá informar se se a gestante está apta a entrar à unidade prisional sem risco à saúde. O atestado deverá ser renovado mensalmente.

 

3) Ao ser chamado, o visitante deve apresentar RG em bom estado de conservação e com foto atualizada ou carteira de trabalho com foto e com digital. Após a análise do atendente, o documento é entregue ao visitante junto com uma outra senha válida exclusivamente para o dia.

Observação: O visitante do sexo masculino, além de apresentar o RG ou carteira de trabalho com foto, deverá passar pelo posto de identificação papiloscópica, no caso dos seguintes estabelecimentos prisionais: CDP, CIR, PDF I e II. Na Penitenciária Feminina, a identificação papiloscópica é feita na entrada dos blocos exclusivamente na visitante do sexo feminino.

 

4) Em seguida, o visitante segue para o setor de revistas, onde será submetido a revista pessoal, seja por método manual/visual ou escâner corporal, conforme as normas vigentes. As sacolas que o visitante leva ao interno também passam por uma vistoria nesse setor.

Observação:
a. Os materiais devem estar em embalagem original e os visitantes devem levar sacolas plásticas transparentes e incolores para que os produtos sejam acondicionados nelas após o procedimento de revista. Após checagem e liberação, as sacolas são identificadas com uma etiqueta. (Conforme Ordem de Serviço 082/2013 – SESIPE)

 

5) Liberado da revista, o visitante segue – com a sacola – para a entrada do bloco onde o interno está custodiado. Neste momento, nas unidades prisionais CDP, CIR, PDF I e II, a visitante mulher precisa apresentar o RG, a senha do dia e a etiqueta de identificação da sacola ao agente prisional. Já o visitante homem deve apresentar a senha e a etiqueta de identificação, além de entregar o RG ao agente prisional (e pegá-lo ao fina da visita) e passar pela identificação papiloscópica. Na Penitenciária Feminina, o visitante homem deverá apresentar o RG na entrada dos blocos. A visitante mulher deverá, além de entregar o RG e pegá-lo ao final da visita, passar por identificação papiloscópica.