Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/06/21 Ć s 19h09 - Atualizado em 30/06/21 Ć s 19h11

šŸšœšŸš—OperaĆ§Ć£o ā€˜DF Livre de CarcaƧasā€™ chega Ć  Cidade Estrutural

Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF

 

Como parte das aƧƵes previstas para a Cidade Estrutural dentro da programaĆ§Ć£o da Ɓrea de SeguranƧa PrioritĆ”ria (ASP), a operaĆ§Ć£oĀ DF Livre de CarcaƧasĀ foi realizada nesta quarta-feira (30) na regiĆ£o. Dentro do levantamento feito pela Unidade de PolĆ­ticas pĆŗblicas (UPP), da Secretaria de SeguranƧa PĆŗblica (SSP), foi constatado que veĆ­culos abandonados constam entre as desordens catalogadas na cidade.

 

Equipes da operaĆ§Ć£o orientam as pessoas sobre os riscos de manter nas ruas veĆ­culos abandonados | Foto: DivulgaĆ§Ć£o/SSP

Seis veĆ­culos foram recolhidos, contabilizando, assim, 634 carcaƧas retiradas das ruas do DF desde o inĆ­cio da operaĆ§Ć£o, em fevereiro de 2020. ā€œAlĆ©m de contribuir com as aƧƵes de seguranƧa, a operaĆ§Ć£o estĆ” alinhada aos direcionamentos da Sala Distrital Permanente de CoordenaĆ§Ć£o e Controle [SDCC] das aƧƵes de enfrentamento Ć s doenƧas transmitidas peloĀ Aedes aegyptiĀ [mosquito transmissor da dengue] que aponta as regiƵes administrativas com maior necessidade da operaĆ§Ć£oā€, explica o secretĆ”rio de SeguranƧa PĆŗblica, delegado JĆŗlio Danilo.

 

AĆ§Ć£o conjunta e estratĆ©gica

Sob a coordenaĆ§Ć£o da SSP, participam daĀ DF Livre de CarcaƧasĀ as secretarias de Cidades, Executiva de PolĆ­ticas PĆŗblicas e DF Legal, alĆ©m do Departamento de TrĆ¢nsito (Detran), PolĆ­cia Militar do Distrito Federal (PMDF), Diretoria de VigilĆ¢ncia Ambiental (Dival) da Secretaria de SaĆŗde (SES), membros titulares da SDCC, Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

 

ā€œReconheƧo o quanto esse trabalho Ć© importante, tanto para o combate Ć  dengue quanto para aumentar a seguranƧaā€ VĆ¢nia Gurgel, administradora da Cidade Estrutural

 

As equipes fazem tambĆ©m o trabalho de conscientizaĆ§Ć£o sobre os riscos desses materiais ficarem expostos em locais inadequados, como afirma o coordenador dos Conselhos de SeguranƧa (Consegs) da SSP, Marcelo Batista: ā€œAntes de iniciarmos a operaĆ§Ć£o, nos reunimos e verificamos as especificidades de cada regiĆ£o. A partir disso, decidimos de que forma faremos a abordagem junto Ć  populaĆ§Ć£o, para que possamos sensibilizĆ”-la sobre a importĆ¢ncia desses cuidados para evitar a disseminaĆ§Ć£o de focos do mosquito da dengue e como esse cuidado pode refletir, inclusive, na seguranƧa localā€.

 

A identificaĆ§Ć£o dos carros Ć© feita pelos Consegs. ā€œSomado ao apoio dado pelas administraƧƵes regionais e a populaĆ§Ć£o, a participaĆ§Ć£o dos Consegs na identificaĆ§Ć£o desses materiais Ć© essencial para a continuidade da aĆ§Ć£oā€, valoriza Batista. De acordo com o coordenador, a quantidade de carcaƧas tem diminuĆ­do sistematicamente.

 

Para a administradora da Cidade Estrutural, VĆ¢nia Gurgel, a aĆ§Ć£o Ć© essencial para a regiĆ£o. ā€œReconheƧo o quanto esse trabalho Ć© importante, tanto para o combate Ć  dengue quanto para aumentar a seguranƧaā€, afirma.

 

EdiĆ§Ć£o: JoĆ£o Roberto e Lanna Morais