gototop





FacebookTwitter
Terça, 07 Novembro 2017

Números mostram eficiência e produtividade das Forças de Segurança em outubro

  Igor Nogueira
Números mostram eficiência e produtividade das Forças de Segurança em outubro Foto: Flávio Alves

Detran reduziu violência no trânsito; Bombeiros tiveram muito trabalho com queimadas e polícias civil e militar foram firmes contra crime e tráfico

 

A forças de segurança Pública do Distrito Federal divulgaram os dados de produtividade do mês de outubro, durante a entrevista coletiva, desta terça-feira (7), na Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social do DF (SSP/DF).  O Detran divulgou que o número de vítimas envolvidas em acidentes de trânsito fatais caiu. Foram 27 mortes em outubro deste ano, cinco a menos que no mesmo período do ano passado. Outro destaque é a quantidade de ocorrências por incêndios florestais. Foram feitos 1,9 mil atendimentos, número que reflete o grande período de estiagem que o DF passou. A Polícia Militar do DF (PMDF) retirou das ruas 187 armas, enquanto a Polícia Civil do DF (PCDF) prendeu 789 adultos.


Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF)

O CBMDF registrou 1,9 mil ocorrências de incêndio florestal no último mês, um aumento de 393%, quando comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram contabilizados 391 casos. Apesar da área queimada ser quase duas vezes maior durante o mês (1,1 mil hectares em outubro de 2016 e 2,7 mil no mês passado), no acumulado do ano, a variação é negativa. Desde janeiro, foram 1,2 mil hectares a menos, comparado ao mesmo período de 2016. 

“O aumento no número de ocorrências e redução da área queimada é reflexo da ação rápida dos bombeiros. Destacamos ainda, a ajuda que a corporação ofereceu no combate ao incêndio na Chapada dos Veadeiros”, comentou o comandante da corporação, Coronel Hamilton.

Durante o mês, quase nove mil ocorrências foram atendidas pelos militares da corporação. O número representa um aumento de 25%, se comparado a outubro do ano passado. Ele inclui os atendimentos no trânsito (1,5 mil), atividades administrativas (1,2 mil), atendimentos pré-hospitalares (1,2mil), ocorrências de busca, salvamento e outras (686). Foram registradas também 455 ocorrências de combate a incêndio em outubro de 2017, ou seja, 53 a mais que no mesmo período de 2016.

 

Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF)

O número de pessoas que se envolveram em acidentes fatais apresentou redução no acumulado dos dez primeiros meses deste ano. Foram registradas 216 mortes neste ano contra 328 no mesmo período do ano passado.

Somente em outubro, 480 motoristas tiveram a carteira de habilitação suspensa ou cassada. O Detran/DF também realizou 189 operações de fiscalização e autuou 1,9 mil condutores por alcoolemia e mais 2 mil veículos foram removidos ao depósito. No total, 1,9 mil veículos foram liberados e 22,4 mil, vistoriados. Quanto à sinalização, 671 placas foram recuperadas, implantadas e substituídas no último mês.

O órgão desenvolveu ainda 76 atividades de educação no trânsito e alcançou mais de 100 mil pessoas.

O diretor do departamento destacou que essas atividades são refletidas nas vias do Distrito Federal todos os dias. "O DF é uma das poucas unidades da federação que vai conseguir manter em queda o número de mortes no trânsito em todo o país. É o menor número de vítimas em 20 anos."

 

Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF)

A PMDF atendeu, durante o último mês, mais de 170 mil ligações através do 190. No acumulado do ano, são quase dois milhões (1.955.238) de ligações. 

As notificações por alcoolemia feitas pela corporação somam 15,3 mil somente nos dez primeiros meses do ano. Em outubro, foram 1,3 mil registros do tipo. No geral, foram 30,6 mil autuações de trânsito e no acumulado do ano o número chega a 282 mil.

A apreensão de armas de fogo também faz parte das prioridades da PMDF. No mês passado, 187 armas acabaram apreendidas. No acumulado do ano, o número passa de 2 mil. A quantidade de veículos recuperados durante outubro chegou a 419. Em todo o ano já são 4.544.

De acordo com o Comandante da PMDF, Marco Antônio Nunes, a corporação tem intensificado as ações para a retirada desse tipo de arma das mãos dos criminosos. "Menos armas nas ruas refletem na redução dos crimes. A arma de fogo é utilizada em 70% dos casos em que a vítima morre".

 

Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF)

O número de pessoas presas ou apreendidas através de mandados de prisão, executados pela PCDF durante o mês de outubro, subiu. Foram 789 adultos presos, um aumento de 34,6% em relação ao mesmo período do ano passado. O número de menores aprendidos subiu 58,5%, com 149 registros neste mês e 94 no ano passado.

“Nós realizamos investigações qualificadas, buscando provas que ofereçam suporte legal para as prisões. Não adianta prender imediatamente e não investigar, não desarticular", explicou Jeferson Gimenes, diretor do Departamento de Polícia Circunscricional da PCDF.

As prisões em flagrante também aumentaram durante o último mês. Foram 1.233 casos em outubro de 2017 - aumento de 16,4% se comparado ao mesmo período de 2016, quando 1.059 adultos foram presos. Por outro lado, a quantidade de menores apreendidos em flagrante diminuiu. No último mês foram 593 apreensões, 18 a menos do que as registradas no mesmo período do ano passado.

VOCÊ ESTÁ AQUI: Início Notícias Números mostram eficiência e produtividade das Forças de Segurança em outubro