Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/05/19 às 15h09 - Atualizado em 13/05/19 às 15h12

Defesa Civil dá suporte a famílias atingidas por incêndio no Recanto

COMPARTILHAR

 

Nicole Vasconcelos, da Ascom – SSP/DF

 

Na madrugada do domingo (12) no conjunto P da quadra 406 do Recanto das Emas, um incêndio destruiu cerca de 40 barracos e mobilizou várias instituições do Governo do Distrito Federal. Não houve vítimas fatais.

 

Com a participação de órgãos de Segurança Pública, Desenvolvimento Social, Administração do Recanto das Emas, Secretaria de Justiça, Novacap, Conselho Tutelar, Secretaria da Saúde e voluntários, foi possível atender as exigências humanitárias nesta situação de desastre.

 

A perícia dos Bombeiros investiga o que provocou as chamas. Treze viaturas foram ao local para o combate ao incêndio. A Polícia Militar reforçou o policiamento na região.

 

Com o apoio da Defesa Civil e da Administração Regional, um abrigo provisório foi montado no Ginásio Coberto do Recanto das Emas, com 10 barracas, onde até o momento, 14 famílias estão abrigadas, sendo 22 adultos e 17 crianças/adolescentes. Mais 12 famílias são aguardadas, pois chegaram a preencher a ficha de atendimento.

 

“Isso demonstra a capacidade do governo do Distrito Federal e da sociedade em minimizar o sofrimento humano em uma situação vivenciada pelos afetados no grande incêndio próximo a chácara Monjolo no Recanto das Emas”, fala Coronel Sérgio Bezerra, Subsecretário do Sistema de Defesa Civil (SUDEC).

 

O gerenciamento do abrigo fica a cargo da Administração, como a limpeza do local, recebimento das doações e a distribuição dos suprimentos. Foram entregues, até o momento, 38 colchões e 38 cobertores para as vítimas do incêndio. A Defesa Civil supervisiona as ações.

 

No dia da tragédia, a Subsecretaria do Sistema Penitenciário (SESIPE) forneceu, para auxílio emergencial, alimentação aos desabrigados acolhidos.

 

Segundo informações da Secretaria de Desenvolvimento Social, já está sendo providenciado, para as famílias afetadas pelo incêndio, o auxílio do Aluguel Social. Este benefício temporário, criado pelo Governo Federal, é destinado a populações vítimas de desastres naturais e catástrofes, que perderam seus imóveis ou tiveram que deixá-los. O objetivo é o de ajudar as famílias de baixa renda. A moradia é um direito assegurado na Constituição Federal­­.

 

Edição: João Roberto