Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/08/19 às 14h59 - Atualizado em 13/08/19 às 16h47

🖥📹 CIOB faz monitoramento de manifestações ocorridas nesta terça-feira (13)

COMPARTILHAR

Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF

 

As manifestações populares ocorridas nesta terça-feira (13) foram monitoradas em tempo real, por meio das câmeras de videomonitoramento distribuídas na área central de Brasília. As imagens são enviadas ao Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob), da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF).

 

O Centro, de gestão compartilhada, reúne 21 órgãos, instituições e agências do Governo do Distrito Federal voltadas para segurança, mobilidade, saúde, prestação de serviço púbico e fiscalização. Criado em julho de 2018, o local funciona de forma ininterrupta, ou seja, de segunda a domingo, 24h por dia.

 

De acordo com o secretário de Segurança Pública, delegado federal Anderson Torres, a estrutura é essencial em casos complexos, a exemplo das manifestações populares e incidentes que impactam a dinâmica da Capital. “A estrutura do Centro é fundamental para proporcionar mais segurança à população. Em um único espaço, as instituições presentes têm mais capacidade de dar respostas em tempo hábil”.

 

Antes da implantação do CIOB, o local gerenciava as operações de segurança pública, a exemplo dos atendimentos de urgência dos chamados por meio do 190 e 193. Com a readaptação do espaço, há mais prevenção, eficiência e rapidez no atendimento diário de ocorrências. 

 

Eventos de grande porte já foram monitorados pelo Centro. O serviço integrado de multiagências acompanhou a posse presidencial, ocorrida em 1º de janeiro deste ano, que reuniu – além das forças de segurança e órgãos locais – representantes do Exército Brasileiro e Polícia Federal.

 

Outro evento monitorado foi o carnaval. Esta foi a primeira vez que a festa, que reuniu duzentos e um blocos carnavalescos cadastrados na SSP/DF, foi monitorada pelo Ciob. O secretário de Segurança Pública, Anderson Torres, coordenou a operação.

 

“As imagens das câmeras contribuem para orientar nossas forças de segurança que estão em campo a atuar num flagrante, restituir o bem e evitar que crimes ocorram”, relatou o secretário.

 

Manifestações desta terça-feira (13)

Por volta das 9h, as participantes da 1ª Marcha das Mulheres Indígenas começaram o deslocamento da Funarte para o Congresso Nacional. Elas seguiram pelas faixas destinadas à manifestação, que estavam devidamente sinalizadas. Participantes de outra manifestação se uniram às índias, por volta das 10h, e seguiram para a Alameda das Bandeiras.

 

Às 13h o grupo já havia dispersado. Parte dos participantes embarcaram em ônibus e outros seguiram caminhando pelo canteiro central até a Rodoviária do Plano Piloto. De acordo com o supervisor do Ciob, Major Edson Batista, nenhuma ocorrência relacionada à manifestação foi registrada.

 

“Fizemos o acompanhamento por meio das câmeras e utilizamos também as informações enviadas por servidores que estavam no local. Ao final, correu tudo bem e não houve nenhum incidente”.

 

Marcha das Margaridas

Nesta quarta-feira (14), o Ciob irá monitorar a Marcha das Margaridas, cuja concentração está marcada para 8h, no Pavilhão do Parque da Cidade, local destinado para o acampamento das participantes. O grupo seguirá por dentro do Parque até o Eixo Monumental, onde ocuparão até quatro faixas próximas ao canteiro central. Entre 12h e 13h, o grupo começará o deslocamento para o estacionamento do Teatro Nacional, para o embarque nos ônibus que estarão no local.

 

 

Quem integra o CIOB

 

Além da Casa Civil, que é a coordenadora do projeto, e a SSP/DF, fazem parte do Centro Integrado de Operações de Brasília:

 

  • Secretaria de Saúde – SES;
  • Secretaria de Fazenda – SEFAZ;
  • Secretaria de Gestão do Território e Habitação – SEGETH;
  • Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos – SINESP;
  • Secretaria de Mobilidade – SEMOB;
  • Secretaria das Cidades – SECID;
  • Secretaria de Comunicação – SECOM;
  • Polícia Militar do Distrito Federal – PMDF;
  • Polícia Civil do Distrito Federal – PCDF;
  • Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal – CBMDF;
  • Departamento de Trânsito do Distrito Federal – DETRAN;
  • Departamento de Estradas e Rodagens – DER;
  • Agência de Fiscalização – AGEFIS;
  • Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil – NOVACAP
  • Companhia Energética de Brasília – CEB;
  • Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal – CAESB;
  • Companhia do Metropolitano do Distrito Federal – METRÔ-DF;
  • Serviço de Limpeza Urbana – SLU;
  • Instituto Brasília Ambiental – IBRAM.

 

 

Edição: Nicole Vasconcelos

Foto: Maurício Araújo