Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
31/05/18 às 18h36 - Atualizado em 29/10/18 às 12h55

Boletim (31/05/2018) – 17h00

COMPARTILHAR

 

Assessoria de Comunicação – SSP/DF

 

O Gabinete Integrado de Acompanhamento informa que mais de cinco milhões de litros de litros de combustíveis (3,9 milhões/L de gasolina, 193 mil/L de etanol/ e 754 mil/L de diesel) chegaram aos postos de gasolina da cidade, nesta quinta-feira (31). A quantidade de combustíveis distribuída, até as 17 horas, atinge a normalidade média para fins de semana e feriados no DF.

 

De uma só empresa distribuidora de gás, foram entregues para revenda 14 mil botijões de P13, que é o gás de cozinha, e sessenta toneladas para abastecer hospitais, asilos, presídios, abrigos, centros comerciais e shoppings. Para esta sexta-feira, estão previstas, por três distribuidoras, entregar às revendedoras pelo menos 350 toneladas de GLP a granel e em botijões P13.

 

Segundo a Polícia Militar, 280 caminhões haviam saído das distribuidoras até as 17 horas. Com isso, a PM registrou mais de mil caminhões que circularam nas ruas da Capital Federal, durante a greve dos caminhoneiros, escoltados pela Polícia Militar para atender a população. Há, portanto, neste momento, um ambiente de retomada da rotina, com tranquilidade, embora em alguns postos de gasolina ainda haja filas, porém, bem menores do que aquelas que foram registradas na fase aguda da paralisação dos caminhoneiros.

 

Os dois milhões de litros de álcool anidro que chegaram ao Distrito Federal desde a noite de quarta-feira até a tarde desta quinta-feira, misturados à gasolina nas distribuidoras, produzirão cerca de dez milhões de litros de gasolina, quantidade suficiente para atender à população de Brasília no fim de semana.

Com a normalização da movimentação nas estradas de acesso ao DF, desde os estados de Minas Gerais, Goiás, Tocantins e até São Paulo, o setor produtivo e o governo do Distrito Federal retomam a sua rotina, com o abastecimento de combustíveis, entre outros produtos e insumos.

Exército, Força Nacional e Polícia Rodoviária Federal confirmaram que, desde as primeiras horas desta quinta-feira não receberam mais pedidos de escoltas nas estradas de acesso ao DF.

Corpo de Bombeiros Militar, Detran/DF, Defesa Civil e Polícia Civil não registraram ocorrências de incidentes relativos à greve. O Corpo de Bombeiros alerta, no entanto, para os perigos de armazenar combustível em casa, o que é arriscado e desnecessário, uma vez que o desabastecimento está descartado.

 

A Polícia Militar foi acionada para resolver um princípio de tumulto em um posto de gasolina, em Sobradinho, devido à insistência de pessoas em transportar gasolina em galões. A Caesb confirmou o tratamento de água e esgoto segue normalmente.

 

No Aeroporto de Brasília, até as 17 horas, foram 104 pousos e 95 decolagens. Houve quatro atrasos (superiores a 30 minutos), dois devido a manutenção e dois por atraso em rota. Dez voos foram cancelados na chegada, mas nenhum relacionado a combustível. O estoque de querosene atingiu 1,4 milhão de litros, suficientes para 24 horas de trabalho, mas dentro do fluxo, uma vez que cada aeronave está abastecendo com cinco mil litros e o combustível continua chegando.