Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/07/19 às 12h37 - Atualizado em 9/07/19 às 12h37

ūüö®Opera√ß√£o Areal prende associa√ß√£o criminosa acusada de roubo de ve√≠culos

COMPARTILHAR

Divisão de Comunicação, da PCDF

 

A Pol√≠cia Civil do DF, por meio da Coordena√ß√£o de Repress√£o aos Crimes Patrimoniais ‚Äď Corpatri, nesta ter√ßa-feira (9), deflagrou a Opera√ß√£o Areal para desarticular uma associa√ß√£o criminosa armada especializada em roubo de ve√≠culos nas regi√Ķes de √Āguas Claras, Vicente Pires e Arniqueiras.

 

Na a√ß√£o foram cumpridos 12 mandados de busca e apreens√£o domiciliar nas regi√Ķes administrativas de √Āguas Claras, Riacho Fundo I e Recanto das Emas. At√© o momento, sete autores foram presos e dois est√£o foragidos. Os policiais apreenderam tamb√©m drogas ‚Äď maconha, crack, coca√≠na, pasta base ‚Äď, um carro clonado e duas armas de fogo e um simulacro de arma de fogo.

 

As investiga√ß√Ķes come√ßaram em fevereiro deste ano ap√≥s o roubo de uma caminhonete Nissan/Frontier em √Āguas Claras. Descobriu-se que um grupo criminoso, sediado no Areal, estava roubando ve√≠culos nas regi√Ķes de √Āguas Claras, Vicente Pires e Arniqueiras.

 

Conforme apurado, os autores, ap√≥s identificarem um ve√≠culo de interesse, geralmente conduzidos por mulheres, faziam o acompanhamento do carro, √†s vezes por dias, para levantarem informa√ß√Ķes a respeito da rotina da v√≠tima. Com isso, descobriam o local de trabalho, hor√°rios e etc. De posse dessas informa√ß√Ķes, escolhiam o melhor dia e local para praticarem os crimes.

 

Ap√≥s o roubo, os autores escondiam os ve√≠culos em quadras comerciais do Setor Bernardo Say√£o, no N√ļcleo Bandeirante, onde, por at√© 24h, os deixavam ‚Äúesfriando‚ÄĚ. Para resgatar os ve√≠culos roubados os autores solicitavam servi√ßos de guinchos e levavam os carros para Valpara√≠so/GO e Novo Gama/GO. Os ve√≠culos eram trocados por entorpecentes.

 

De acordo com as investiga√ß√Ķes, o grupo criminoso, por duas vezes, contando com a ajuda de um funcion√°rio da empresa, roubou ve√≠culos de uma transportadora no DF. Na ocasi√£o, os autores conseguiram subtrair a carga dos autom√≥veis que foi avaliada em, aproximadamente, R$ 100 mil. Parte dessa carga foi recuperada.

 

Todos os integrantes do grupo criminoso foram identificados durante a investiga√ß√£o da Divis√£o de Repress√£o a Roubos e Furtos de Ve√≠culos ‚Äď DRFV/Corpatri. Os bens roubados tamb√©m foram recuperados no curso das investiga√ß√Ķes. Os investigados responder√£o, na medida de suas respectivas condutas, pela pr√°tica dos crimes de associa√ß√£o criminosa armada (1,5 a 4,5 anos de reclus√£o) e roubo majorado (6 a 16 anos de reclus√£o).