Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/12/19 às 15h06 - Atualizado em 17/12/19 às 17h51

Fim de ano: SSP/DF e forças de segurança definem estratégias

COMPARTILHAR

Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF

 

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF), juntamente das forças de segurança, preparou uma série de ações para proporcionar ao brasiliense um final de ano mais seguro. Blitze educativas de trânsito, reforço do policiamento em áreas de maior circulação de pessoas, fiscalização de enfeites natalinos em shoppings e áreas comerciais e ações integradas fazem parte do pacote de ações preparadas para este mês.

 

Durante a cerimônia de hasteamento de bandeiras, ocorrida no início desta semana, o secretário de segurança, delegado Anderson Torres, chamou atenção dos dirigentes das forças de segurança para as ações neste período. “É importante continuarmos atentos neste período, quando há uma grande circulação de dinheiro e muita gente nas ruas fazendo compras. Vamos reforçar ainda mais nossas ações preventivas, nossas operações integradas, que surtiram efeitos tão positivos neste ano”.

 

Torres falou ainda da importância das ações para que os índices criminais permaneçam em queda. “Os índices alcançados são o reflexo do trabalho realizado ao longo deste ano. Estamos trabalhando juntos com um único objetivo, pelo mesmo desafio, que é reduzir os índices criminais e ampliar cada vez mais a presença da Segurança Pública em todo o DF. Nossa proposta para a Segurança Pública do Distrito Federal foi entendida pelos chefes das forças de segurança, que desempenharam tão bem seus papéis, e, desde o início, apoiada pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, a quem agradeço a confiança”.

 

PMDF – Policiamento Intensivo de Natal
Nesta quinta-feira (5), a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) fará o lançamento do Policiamento de Intensificação de Natal (PIN), que teve início nesta segunda-feira (2). A solenidade ocorrerá às 13h30 no Setor Policial Sul, em frente ao Quartel do Comando Geral (QCG).

 

O objetivo é coibir a prática de crimes contra a pessoa e o patrimônio, aumentando a sensação de segurança, principalmente nos centros comerciais das regiões administrativas. A previsão é que a Operação termine no dia 10 de janeiro de 2020.

 

O policiamento será distribuído de acordo com as manchas criminais elaboradas pela SSP/DF. De acordo com o comandante-geral da PMDF, coronel Julian Pontes, policiais que trabalham no administrativo da corporação serão remanejados para auxiliar a segurança nas ruas.

 

O período de férias escolares também reflete no aumento da circulação de pessoas, principalmente em shoppings. O planejamento do PIN foi feito para que o policiamento esteja mais visível e mais próximo da população.

 

Detran-DF – Operação Boas Festas

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) iniciou, no último domingo (1º), a Operação Boas Festas. A ação consiste na atuação das equipes de fiscalização em dias, locais e horários estrategicamente mapeados, pela Unidade de Inteligência do Detran (Unint), para realizar flagrantes de alcoolemia. O objetivo é retirar esses condutores de circulação e evitar que eles provoquem acidentes de trânsito. A ação seguirá até o dia 1º de janeiro de 2020.

 

Ao todo, serão realizadas 540 ações nas vias urbanas das regiões administrativas do Distrito Federal, que inclui blitz, patrulhamento ostensivo e viaturas posicionadas em pontos estratégicos.

 

Para viabilizar a ação, foi feito o mapeamento das áreas e estabelecimentos onde há maior consumo de bebida alcoólica por condutores, considerando que, no mês de dezembro, há o aumento significativo de eventos festivos e confraternizações. As equipes contarão com o apoio de guinchos, motocicletas, empilhadeiras e também da Unidade de Operações Aéreas (UOPA) operando a aeronave e drones do Departamento.

 

O coordenador de Policiamento e Fiscalização da Região Metropolitana, Wesley Cavalcante, orienta os condutores a não dirigir após consumir bebida alcoólica. “O Detran estará atento a esta demanda de final de ano. O ideal seria que o condutor não dirigisse sob efeito de álcool, mas para aqueles que apostam na impunidade, estaremos agindo”, enfatiza o coordenador.

 

Balanço
No primeiro dia de operação, a Diretoria de Policiamento e Fiscalização de Trânsito realizou blitze na Asa Sul, Asa Norte e Grande Colorado. Das 185 abordagens realizadas, 23 condutores estavam dirigindo sob a influência de álcool. Dois deles foram levados para a Delegacia de Polícia por apresentar índice de alcoolemia considerado crime. Outros 17 eram inabilitados, seis estavam com a CNH vencida e um com o direito de dirigir suspenso. Ao todo, 48 veículos foram removidos para os depósitos do Detran.

 

PCDF – Operação Natal Seguro
A Polícia Civil do Distrito Federal, por intermédio do Departamento de Polícia Circunscricional (DPC), iniciou, no último dia 21 de novembro, a Operação Natal Seguro. O objetivo é reprimir a criminalidade em todas as regiões do DF, principalmente onde há uma maior circulação de pessoas, valores e mercadorias, o que pode ocasionar o aumento de crimes, principalmente patrimoniais.

 

A operação é realizada aos fins de semana, entre sexta e domingo, a partir das 20 horas até a madrugada, e conta com a participação de 270 policiais civis. As equipes são coordenadas por delegados de polícia das unidades circunscricionais. Em cada dia da operação, são mobilizados cerca de 90 policiais de diferentes departamentos da PCDF, que estarão nas ruas até o Natal.

 

Para o diretor-geral da PCDF, delegado Robson Cândido da Silva, o objetivo principal da operação é colocar os policiais civis em ação nas ruas para uma resposta mais rápida e efetiva a eventuais ocorrências que possam surgir, seja para elucidar ou inibir crimes. “Por ser um mês que circula mais dinheiro por conta do pagamento de gratificações natalinas e 13º salário, as possibilidades de crimes aumentam. Assim, queremos que a população esteja mais segura com equipes de policiais civis atuando em diversas áreas do DF até a véspera do Natal, para que possa aproveitar com tranquilidade esse período de festas e comemorações”.

 

Somente no primeiro dia da operação, foram realizadas pelo menos 400 abordagens de suspeitos em Ceilândia.

 

Bombeiros – cuidados no período chuvoso
Com o aumento das chuvas no Distrito Federal, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) deu início à Operação Período Chuvoso, em novembro, para atuar de forma preventiva na identificação e monitoramento das áreas de risco.

 

Três grupamentos – Grupamento de Busca e Salvamento, Grupamento de Proteção Ambiental e 12º Grupamento de Bombeiro Militar de Samambaia – atuarão com 5 viaturas e 45 militares por dia exclusivamente na Operação. Além disso, todo o efetivo operacional do CBMDF estará de prontidão para demandas solicitadas.

 

Defesa Civil – Operação São Nicolau
Com objetivo de vistoriar instalações elétricas de enfeites natalinos em shoppings, quadras comerciais e áreas externas de prédios residenciais, a Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil inicia, nesta quarta-feira (4), a Operação São Nicolau.  Com a operação, que tem caráter orientativo, o órgão – que é vinculado à Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF) – busca reduzir riscos como choques e incêndios. Inicialmente, 36 locais serão fiscalizados até o dia 13 de dezembro.

 

Segundo o coordenador de Operações da Defesa Civil, tenente-coronel Sinfrônio Lopes, as equipes deverão vistoriar, fiscalizar as condições estruturais e de segurança das instalações. “Vamos orientar e monitorar os proprietários quanto às normas de segurança, o uso correto dos equipamentos e identificação de vulnerabilidades e ameaças a integridade das pessoas e do patrimônio nos locais”.

 

Os agentes da Defesa Civil verificarão os seguintes itens nas instalações dos enfeites natalinos:
– fixação de elementos decorativos;
– sinais ou fatores de risco;
– tipo de iluminação (para ambiente interno/externo) e local de instalação;
– fiação – se e protegida e está de acordo com as normas, como próximos ou em contato com água;
– se o profissional que realizou o serviço é habilitado, com responsabilidade junto ao órgão regulador (CREA).

 

Se as equipes da Defesa Civil identificarem alguma ameaça ou vulnerabilidade na montagem, o responsável pelo estabelecimento será notificado e, se possível, a correção deverá ser feita imediatamente. “Em 2018 foram vistoriados mais de trinta estabelecimentos comerciais com enfeites natalinos. A maior parte deles apresentavam problemas na parte elétrica e foram sanados rapidamente”, disse Lopes.

 

Em casos de acidentes, o Corpo de Bombeiros (193) deverá ser acionado imediatamente, como orienta Lopes. “Nestes casos, é importante deixar o local isolado para que ninguém mais tenha acesso, não retirar objetos do local e aguardar ajuda especializada”, ressaltou.

 

Montagens residenciais
Para quem montar árvores e decorações de natal residenciais, a Defesa Civil lista uma série de orientações, que devem ser seguidas para evitar acidentes. São elas:
– Fazer uma revisão nos fios elétricos decorativos antes de colocá-los na árvore. Emendas realizadas de maneira incorreta ocasionam sobrecarga e aquecimento da fiação podendo iniciar um incêndio;
– Somente coloque a fiação na árvore desligada para evitar o risco de choque;
– Para enfeites de fachada de prédio, presépios, luzes decorativas e árvores de natal ao ar livre, procure um eletricista qualificado para evitar fiações defeituosas e sobrecarga;
– Cuidado com as crianças. Elas geralmente se sentem atraídas pelos enfeites e pisca-piscas e podem levar choque ao tocar de maneira indevida.
– Não deixar a árvore de natal próxima da cortina, sofá e guarda-roupa, pois são materiais de fácil combustão;
– Desligar o pisca-pisca quando sair de casa ou dormir. Antes de instalá-los, verifique se apresentam boas condições e se não há fios desencapados;
– Dê preferência às lâmpadas que não esquentam;
– Verifique se o produto é certificado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

 

SESIPE – Saidão
A Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe) preparou um esquema especial de segurança nas imediações dos presídios durante a saída temporária de Natal, prevista para ocorrer entre os dias 23 e 26 de dezembro. O benefício da saída temporária é concedido pela Vara de Execuções Penais (VEP) aos presidiários que estejam no regime semiaberto, com benefício de saída temporária e não tenham cometido nenhuma falta interna seis meses antes da liberação.

 

Para os sentenciados que saírem das unidades prisionais localizadas no Complexo da Papuda, serão disponibilizados ônibus até a Rodoviária do Plano Piloto. Já aqueles que saírem do Centro de Progressão Penitenciário (CPP) – que é a maioria – serão acompanhados por equipes de agentes de execução penal, com apoio da Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (DPOE), grupo de elite da Sesipe. Agentes do Detran-DF e policiais militares darão apoio aos servidores, que acompanharão os sentenciados até as paradas de ônibus nas imediações da Estrada Parque Taguatinga Guará (EPTG) e na Estrutural.

 

“Seguimos um protocolo para aumentar a segurança nas proximidades do CPP. Nossos agentes ficarão em pontos estratégicos fixos de apoio e também fazendo rondas. O Detran e a PMDF irão repetir o apoio dado nas últimas saídas temporárias, que tiveram resultados bastante positivos, com acompanhamento dos internos por unidades especializadas e intervenções no trânsito para travessia segura dos internos nas vias do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA)”, explicou o subsecretário da SESIPE, o delegado Adval Cardoso.

 

O serviço voluntário, concedido a partir do mês de outubro aos agentes de execuções penais, contribuirá com o aumento do efetivo para fiscalização dos presos. “Vamos aumentar a fiscalização enquanto estiverem na saída temporária. Desta forma, garantiremos que cumpram as regras necessárias para a concessão do benefício, como estar em casa até 18h e não frequentar bares. O descumprimento das exigências da VEP pode culminar na perda do benefício e até mesmo regredir para o regime fechado”, ponderou Cardoso.

 

Fotos: Agência Brasília
Edição: Lanna Morais