Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/06/20 às 8h47 - Atualizado em 11/06/20 às 9h27

👨‍🚒🚒Viaturas do Corpo de Bombeiros ganham painéis informativos

COMPARTILHAR

Orisley Guedes, da Ascom-SSP/DF

 

 

A partir deste mês, viaturas operacionais do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) serão equipadas com painéis publicitários contendo mensagens de prevenção a incêndios residenciais.

O objetivo do projeto, inédito no país, é utilizar todas as viaturas operacionais da corporação para chamar atenção quanto à prevenção de incêndios no DF. Duas viaturas – uma do grupamento de Brazlândia e outra do de Águas Claras – serão as próximas a ter equipamentos.

 

O primeiro painel publicitário foi instalado em caráter experimental em abril, numa viatura do 1º Grupamento de Bombeiros Militar do DF, que fica próximo ao Palácio do Planalto. A mensagem incluída na lateral do veículo alertava sobre incêndios provocados por velas, material responsável por 20% dos acidentes com fogo no DF, segundo dados da corporação.

 

“Esperamos que os painéis possam atingir a sociedade de forma mais efetiva, ou seja, queremos que cada viatura seja, também, uma ferramenta de prevenção a incêndios, não só de combate. As mensagens para os próximos painéis estão sendo definidas”, explicou o chefe da Assessoria Técnico-Administrativa do CBMDF, coronel George Cajaty.

 

 

Além da mensagem, os painéis terão um QR Code que vai direcionar o cidadão para o site CBMDF, no link “Dicas de Bombeiro”. Com isso, o interessado poderá ter acesso a outras orientações. “As viaturas chamam atenção por onde passam, principalmente quando estão paradas. Desta forma, pensamos em uma forma de informar e conscientizar a população sobre a cultura da prevenção de incêndios”, explica o coronel.

 

Ainda de acordo com a corporação, os dados que apontam a vela como causadora de 20% dos incêndios residenciais do DF são obtidos por meio da investigação de incêndio, atividade fundamental dentro da instituição. A medida permite que as causas e circunstâncias que levaram ao início e propagação de determinado incêndio sejam avaliadas. O trabalho é realizado desde 1973.

 

“Realizar a investigação é o que nos permite avaliar a eficiência das normas de segurança existentes contra incêndio, bem como desenvolver projetos educativos voltados para a prevenção e esclarecimento”, concluiu o coronel Cajaty.