Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/12/19 às 17h53 - Atualizado em 4/12/19 às 17h53

🏆Secretário de Segurança é homenageado em prêmio pró-direitos humanos  

COMPARTILHAR

Agência Brasília 

 

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, agraciou, na manhã desta quarta-feira (4), 62 representantes de organizações, instituições públicas e privadas da sociedade que contribuíram de alguma forma com ações voltadas para a valorização dos direitos humanos. Entre os homenageados, estavam os ministros do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli e Gilmar Mendes, além de deputados federais, deputados distritais e secretários.

Após saudar as autoridades e os presentes na solenidade, que lotaram o Salão Branco do Palácio do Buriti, o governador Ibaneis destacou o papel das entidades e pregou a importância do envolvimento da sociedade com o Poder Público para auxiliar nessa bandeira de dar dignidade a todas as pessoas.

“Ou a gente tem esse envolvimento entre Estado e a sociedade civil ou nós andaremos contra o cuidado com tanta miséria que existe”, ressaltou o governador. “A gente vive aqui no Plano Piloto e acha que não tem miséria no Distrito Federal. Basta andar 40km ir ao Sol Nascente (Ceilândia) onde as pessoas não têm praticamente nada”, emendou.

O secretário de Segurança Pública do Distrito Federal também foi homenageado. Para ele, a medalha é um reconhecimento pelo trabalho da Segurança Pública no Distrito Federal. “Um dos critérios para a escolha dos homenageados é o histórico de atuação, importância e relevância social do trabalho. Isso nos deixa muito felizes, pois mostra que estamos contribuindo para um DF mais seguro e melhor para se viver”.

Premiação
A premiação consiste na concessão de certificado e um troféu e foi criada este ano. Ela será realizada bienalmente. Os critérios observados para a escolha dos homenageados são o histórico de atuação, importância e relevância social do trabalho, criatividade e originalidade das ações, projetos, programas. Além disso, levou em consideração o envolvimento da sociedade civil, inovação metodológica e a relação direta com temas de direitos humanos.

 

**Editado